Timão empata com Palmeiras


Duelo de boxe, dos rivais no futebol, acaba com duas vitórias para cada lado e um empate, nos profissionais

Corintianos e palmeirenses devem ter saído insatisfeitos do Palácio de Festas do Verdão na noite de Sábado. Quem foi ver o duelo de boxe amador ente os dois rivais históricos no futebol viu um empate frustrante, após duas vitórias para cada lado.

Houve uma dificuldade a mais para a torcida palmeirense se identificar com seus pugilistas. Além deles terem sido emprestados do Padote, já que o Verdão não tem boxe, todos lutaram sem a camisa alviverde.

AS LUTAS ONTEM Galo: Jéferson Loiola (Palmeiras) venceu José Leonildo Souza (Corinthians) por pontos. Pena: Jailton Almeida (Corinthians) venceu Carlos Baldenebro (Palmeiras) por nocaute. Meio-médio: Juraci Conceição (Corinthians) venceu Glaucus Ribeiro (Palmeiras) por pontos. Meio-pesado: Francisco Souza (Palmeiras) venceu Gérson Teixeira (Corinthians) por nocaute. Pesados profissionais: A. Rezende (Corinthians) venceu D. Frank (Palmeiras) empataram.


_O Funcionário do almoxarifado foi embora e levou a chave. Foi essa a informação que deram – explicou Newton Campos, presidente da Federação Paulista de Boxe.

O primeiro duelo foi entre os galos. Jéferson Loiola surpreendeu o corintiano José Leonildo Souza, vencendo por pontos. Leonildo faturou o de Prata este ano, mas viveu uma semana ruim, já que havia sido eliminado do Paulista terça-feira.

A resposta corintiana veio na luta entre os penas Jailton Almeida, do timão, e de Carlos Baldenebro, do rival. Mesmo não sendo um pena original (Jailton é um mosca, duas categorias abaixo), o corintiano venceu por nocaute técnico no terceiro round.

_Não quis nem saber da diferença de pesos – afirma Jailton, que substituiu Edson Pedro. Juraci Conceição venceu o combate seguinte, por pontos, deixando o Corinthians próximo da vitória.

_ Lutei terça-feira no Paulista e só treinei na Quinta – conta Juraci – Mas essa maratona valeu. É muito bom ganhar do Palmeiras.

A alegria corintiana não durou muito. Com apenas 2min10s do segundo assalto, Francisco Souza derrubou Gérson Teixeira, vendendo por nocaute e empatando a disputa.

O anticlímax foi a luta entre os pesados Alaerte Rezende, campeão paulista, e Daniel Frank. O desafiante teve uma luxação no braço logo no segundo round e não pôde continuar. A decisão foi pelo empate.

Sei que foi uma decisão justa. Mas para o público acaba sendo frustrante – afirma Alaerte, que agora pretende desafiar George Arias, pelo título brasileiro dos pesados.

7 visualizações
Bem vindo a Fundação Jomateleno  - Endereço: Rua José  Moreira Fraga nº 202/210
City Empresarial Jaraguá - Sede Própria  - São Paulo Capital - CEP 02992-170
Telefone: +55 (11) 3991-9919 (11) 98460-4046 - WhatsApp
© 2018 Todos os Direitos Reservados​