top of page

QUANDO ME AMEI DE VERDADE


Sabe quando me amei de verdade?


Então...


Foi, quando eu compreendi

que em qualquer circunstância,

eu estava:

No lugar certo,

Na hora certa,

No momento exato...


E ai então,

pude relaxar,

e entender que,

as coisas acontecem,

no dia e na hora que,

tem que acontecer

e não no momento

que queríamos que acontecessem.


Hoje sei,

que isso tem nome…

E o nome é

Autoestima.


Quando me amei de verdade,

pude perceber que a minha angústia,

meu sofrimento emocional,

não passava de um sinal de que,

estava indo contra as minhas verdades,

minhas vontades

 e os meus desejos.


Hoje sei que isso,

também tem nome

e o nome é…

Autenticidade.


Quando me amei de verdade,

parei de desejar que

a minha vida fosse diferente

e comecei a ver que tudo o que acontece

contribui para o meu crescimento.


Hoje sei,

que isso, se chama...

Amadurecimento.


Quando me amei de verdade,

comecei a perceber como é ofensivo

tentar forçar alguma situação com alguém,

apenas para realizar os seus desejos,

mesmo sabendo que por mais que ache

que e o meu momento,

pode não ser o momento do outro.


Hoje sei,

que isso tem nome

e o nome disso é…

Respeito.


Quando me amei de verdade,

comecei a me livrar de tudo

que não fosse saudável;

Pessoas,

Tarefas,

Crenças,

Pensamentos,

Desejos,

Dependências,

Sonhos impossíveis

e relacionamentos intangíveis.


Comecei a,

me livrar de tudo

e de qualquer coisa

que me deixasse para baixo.


No início,

minha razão,

classificou essa atitude

como egoísmo.


Hoje mais amadurecido

sei, que,

Isto se chama…

Amor próprio.


Quando me amei de verdade,

deixei de fazer parte

do plano dos outros

para ter, meu próprio plano,

deixei de ser um anexo,

para me tornar,

um e-mail,

com caminhos e destinos

previamente determinados.


Parei de fazer grandes planos,

com pessoas pequenas...

Abandonei os projetos

megalômanos de futuro,

e hoje...

Faço:

O que gosto,

O que acho certo,

e quando quero,

E o melhor...

Tudo no meu próprio ritmo.


Hoje sei,

que isso tem um nome

e o nome disto é…

Simplicidade com autoconfiança.


Quando me amei de verdade,

desisti de querer ter sempre razão,

e com isso...

Errei menos.


Hoje descobri,

que isto se chama...

Humildade.


Quando me amei de verdade,

desisti de ficar revivendo o passado

e de me preocupar muito com o futuro...

Agora, me mantenho no presente,

que é realmente onde a vida acontece.

Hoje vivo um dia de cada vez.


Hoje sei...

Viver um dia de cada vez

saboreando seus:

Segundos,

Minutos,

e horas


Isto também tem um nome

e o nome disto é...

Plenitude.


Quando me amei de verdade,

percebi que a minha mente

tem o poder de me atormentar

e até de me decepcionar...

Mas quando eu a coloco

a serviço do meu coração,

ela se torna uma grande e valiosa aliada.



Isto também tem nome

e se chama...

Saber viver!


A cada dia que vivo,

mais e mais me convenço

de que...

O desperdício da vida está:

No amor que não damos,

Nas forças que não usamos,

Nós prazeres que não prorrogamos.

Nas vezes que não acreditamos

e desistimos antes da hora,

e depois percebemos...

Que deveríamos ter acreditado

e insistido mais um pouco.


Isto também tem nome

e nome disto é...

Despreparo.


Às vezes...

Nós nos mantemos,

na prudência egoísta

de quem nada arrisca,

e que sempre está se esquivando-se

de um possível sofrimento futuro...


Com estas atitudes,

poderemos estar perdendo

ou também abrindo mão

de viver a tão sonhada...

FELICIDADE.


Isto também tem nome

e o nome é...


COVARDIA


"Se ame, mas não exagere, pois a felicidade é viver com qualidade e está qualidade está atrelada muito mais a renúncias do que a imposições, pois não existem pessoas perfeitas e sim, aquelas que amamos e que aceitamos amar, mesmo sabendo que seus defeitos poderemos amenizar, mas jamais consertar."


FICA A DICA


"Simples Assim"



Jomateleno dos Santos Teixeira



38 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page