top of page

MUDADO OU TRANSFORMADO


Todos os dias...

Deus nos dá a oportunidade de mudar em nossa vida!!!

Nos livrando de tudo que nos tornou e torna infeliz, para abrir espaço para a verdadeira felicidade.


Existem momentos mágicos em nossa vida em que, temos que dizer “sim'” ou um “não” e esta resposta tem o poder de mudar toda a nossa existência.


O mais importante é que não adianta apenas mudar, temos que nos transformar, pois mudanças às vezes são passageiras e as transformações são eternas.


A transformação depende muito de nós, do que, de terceiros, já as mudanças nem tanto, pois muitas das vezes são impostas a nos por várias situações.


Tudo muda...

Mudam as leis, os hábitos, as normas, as modas e com o tempo, somos obrigados a nos adequarmos a tais mudanças.


É comum vermos pessoas que se dizem mudadas, mas não estão transformadas e sendo assim constantemente repetem os mesmos erros.


Nos templos religiosos é que se encontra com abundância a maior concentração de “mudados”.


Sim...


“Mudados” mesmo, e não transformados, já que, entregam a vida nas mãos de terceiros e se dizem mudados, quando na realidade, não são convertidos e sim convencidos, de que, em um mundo religioso poderão esconder seus defeitos como ser humano, e serem perdoados todos os dias dos mesmos pecados, com garantia de alcançar a vida eterna.


Estes seres não foram convertidos, e sim, convencidos de que, podem ficar escondidos nos templos religiosos, fato que retrata com muita nitidez a diferença do mudado, e do transformado, e acrescenta ainda, um outro ingrediente que é a diferença entre o convencido e o convertido.


Ser transformado é ser ético, honesto, justo, puro, amável, tudo e não ter que pedir perdão todos os dias pelos mesmos pecados do dia anterior.


Depois que inventaram o perdão aumentou sensivelmente, o número de pecadores, já que, no velho testamento não se tinha esta facilidade de encontrar perdão em praticamente todas as esquinas.


Acredito no perdão para aqueles que se transformam. não para aqueles que dizem que mudaram, e todos os dias cometem os mesmos pecados.


Conforme dito popular “não tem local para ter mais fofoqueiros do que no mundo religioso” e ai pergunta-se, será que fazer fofoca da vida alheia deixou de ser pecado...

E como não temos provas de que isto deixou de ser pecado, vivemos então em um mundo religioso aonde não se tem transformados, e sim mudados...

Não se tem convertidos e sim convencidos.

Seguem uma religião por conveniência, já que, se pararem de praticar a religiosidade não terão mais aonde pedir perdões e é, por este motivo, que os grandes templos religiosos estão cada vez maiores, já que, é fácil se misturar no meio de uma multidão e ficar pedindo perdão todos os dias dos mesmos pecados, fato que não ocorre com facilidade, nos pequenos templos religiosos, já que, o líder espiritual tem contato direto com seus fiéis e por este motivo, os convencidos e não convertidos mudam constantemente de templo.


Um novo templo sempre abre à possibilidade de novos perdões, e novas terceirização de responsabilidades, e como fechar o livro e abrir um livro novo, as culpas pelos erros do passado ficam todas no templo religioso anterior e o novo tempo se posta como a solução almejada, fato que, volta a ocorrer, e o convencido, novamente muda de templo, muda de templo, muda de templo, mas não se converte nem se transforma.

Este individuo não merece o perdão, e por este motivo, nunca é perdoado, vive perambulando de um lado para o outro, colocando a culpa de seus sucessivos fracassos nos templos por onde passou, e em terceiros sem nunca assumir que a culpa é apenas sua.


Vivem sempre em busca de quem revele o futuro, independente do templo religioso que frequente e quando são convencidos e mudados, mas não convertidos e transformados, buscam revelações de verdadeiras cartomantes gospel.


Para de palhaçada, vai estudar, vai trabalhar, seja um bom filho, bom marido bom pai, seja um excelente profissional, seja bom amigo, seja um religioso fiel, seja pontual, seja responsável e verá como sua vida vai se transformar e Deus vai se agradar de sua pessoa.


Nós não somos o que falamos que vamos fazer, somos o que já fizemos e o que fazemos, pois o que falamos, que vamos fazer, é apenas uma promessa que poderá não se consumar, somos o que fomos e o que fazemos para mudar o que fomos, isto é transformação e não uma constante fábrica de perdão...


É chegada a hora de abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os caminhos, que nos levam sempre para lugar nenhum e colocarmos em mente que temos que nos transformar já que a transformação é eterna a mudança nem sempre.


Aceite a transformação, mude o modo que você olha para as coisas, e as coisas que você olha mudarão, mude sua forma de agir com as pessoas, que elas notarão e automaticamente, mudarão a forma de lhe ver.


Não mude apenas em seu trabalho, mude em sua casa, não mude apenas com seus familiares, mude com seus amigos, não mude apenas em sua igreja mude para Deus, pois Deus conhece o seu coração as tuas vontades e ele é uni potente e uni presente (independente da religião que congregue) sendo assim não dá para enganar a Deus.

A vida me ensinou a aceitar a partida das pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração, sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam, calar-me para ouvir e aprender com meus erros, afinal, eu posso ser sempre melhor amanhã do que eu sou hoje!


A vida me ensinou a fazer de conta que, tudo está bem mesmo quando isso não é verdade, mas para que eu possa acreditar que tudo vai mudar, e assim, mantenho aberta, as janelas de minha alma, para a felicidade e fechadas para os mudados e convencidos, já que, tais elementos, nada trazem em suas palavras, comentários e atitudes, que possam edificar o meu presente e melhorar o meu futuro.


Estou farto de ser julgado, por pessoas, infinitamente piores do que eu, e não tenho esta necessidade.


FICA A DICA


“Simples Assim”


Jomateleno dos Santos Teixeira



45 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page